domingo, 18 de agosto de 2013

As férias

 



   As férias servem para descansarmos, para passearmos e principalmemte, porque estamos no verão, para irmos para a praia ou para a piscina.
   Mas é bom não nos esquecermos da escola, por isso todos os dias devemos estudar um bocadinho.
   Foi isso que fizemos!




segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Andar de bicicleta

   Hoje à noite fui andar de bicicleta com a minha mãe. Foi muito divertido. Demos imensas voltas ao prédio e encontramos alguns vizinhos que nos acompanharam. "Foi bué da fixe!"

Professora...

És carinhosa e divertida!
Bondosa e inteligente,
Engraçada e fofinha,
Gira, mas um bocadinho esquecida!

É por tudo isto que gosto muito de ti!!!



                                                

domingo, 11 de agosto de 2013

Um dia refrescante no barco


video

    Hoje não pudemos ir à praia, por isso inventamos uma piscina no terraço.
   Enchemos um barco com água e logo nos metemos lá dentro. Fizemos imensas brincadeiras, mas a mais divertida foi quando a mãe da Joana ligou a mangueira e nos molhou. Parecia que estava a chover!
   Depois de tanta diversão fomos lanchar e voltamos para o barco, para mais diversão! Entretanto sentamo-nos ao Sol para nos secarmos. Já bem sequinhas viemos escrever este texto.
     Esta tarde foi muito animada e fresquinha!


segunda-feira, 5 de agosto de 2013

A Menina Gotinha de Água



 Adoro esta canção!


Um dia à noite, com a minha mãe, estive a fazer uma pesquisa sobre os livros recomendados para a minha idade e descobri dois poemas que gostei muito.

A Menina Feia

A menina feia
tem dentes de rato
e pêlos nas pernas
à moda de um cacto.

A menina feia
tem olhos em bico
e o seu nariz
pica como um pico.

A menina feia,
sardenta gorducha
não parece gente,
só lembra uma bruxa.

***

Se fechares teus olhos,
a ouvires cantar,
é uma sereia,
princesa do mar.

Se fechares teus olhos
e chegares pertinho,
ela cheira a rosas
e a rosmaninho.

Se lhe deres a mão,
vês que é de veludo
e tens uma amiga
pronta para tudo.




Tudo ao contrário

O menino do contra
queria tudo ao contrário:
deitava os fatos na cama
e dormia no armário.

Das cascas dos ovos
fazia uma omelete;
para tomar banho
usava a retrete.

Andava, corria
de pernas para o ar;
se estava contente,
punha-se a chorar.

Molhava-se ao sol,
secava na chuva
e em cada pé
usava uma luva.

Escrevia no lápis
com um papel;
achava salgado
o sabor do mel.

No dia dos anos
teve dois presentes:
um pente com velas
e um bolo com dentes.

Luísa Ducla Soares “ Poemas da Mentira e da Verdade"

                                                                                                                                Joana 


A nossa segunda-feira

   Por volta das duas e meia da tarde fomos para a praia e íamos todas divertidas.
   Chegamos à praia, tiramos a roupa e fomos logo para a água. A água estava um bocadinho fria, mas nós não nos importamos nada: saltamos nas ondas, nadamos e chapinamos muito. Foi mesmo divertido!
   Entretanto deitamo-nos na toalha, para apanhar um bocadinho de Sol.
   Depois de estarmos secas fomos lanchar a uma esplanada e de barriginha cheia viemos embora.
   Foi uma tarde bastante divertida!